Publicado em: 14/01/2021 às 17:22
TCA tem dívida de mais de R$ 20 milhões, aponta levantamento
Saldo devedor é do dia 31 de dezembro de 2020; adiantamentos realizados pela Prefeitura à autarquia correspondem às maiores dívidas - mais de R$ 15 milhões

 

 

 

 

 

TCA criou uma comissão para deliberar sobre a apuração de legitimidade das despesas da autarquia

 

O TCA (Serviço Municipal de Transportes Coletivos de Araras) tem uma dívida de mais de R$ 20 milhões, segundo o último balanço financeiro disponibilizado pela própria autarquia municipal.

De acordo com o saldo devedor do dia 31 de dezembro de 2020, as dívidas são as seguintes: R$: 1.646.519,02 (fornecedores), R$ 2.390.841,79 (Araprev), R$ 791.542,97 (folha de pagamento janeiro para 2021 – valor bruto e com encargos) e R$ 15.475.304, 28 (adiantamentos efetuados pela Prefeitura em 2020) – totalizando R$ 20.304.208,06.

“Atendendo o Decreto Municipal 6.806/21, o TCA criou uma comissão para deliberar sobre a apuração de legitimidade das despesas de exercícios anteriores, dos restos a pagar, e da renegociação das dívidas, predominando sempre o interesse público”, comentou o presidente Executivo do TCA, Jonas Alves Filho.

O presidente reforça que incoerências nos gastos da autarquia foram encontradas nas primeiras analises da comissão. “Logo na primeira semana, apuramos uma falta de 15 mil litros de diesel, aproximadamente R$ 52 mil, considerando quantidade recebida e a quantidade consumida a partir de outubro de 2020. Foi aberta sindicância para apurar o fato e implementado um novo controle no recebimento do combustível, que já resultou em redução dos valores das notas”, reforçou Alves Filho.

O TCA informa que todas as dívidas com fornecedores serão renegociadas, tendo preferência de pagamento aqueles que concederem melhores condições de descontos, carência e parcelamento.

“As questões internas, Araprev e os adiantamentos da Prefeitura serão capítulos a parte. A comissão se debruçará sobre os números e legislações para buscar alternativas de pagamento destas dívidas É muito importante destacar, que os serviços e fornecimentos à autarquia relativos ao novo exercício de 2021 estão sendo pagos em dia”, acrescentou.

 

Problemas atuais do TCA

Segundo a autarquia municipal, mais de 40 veículos, incluindo a frota escolar, não estão em condições de uso, devido a problemas mecânicos, elétricos e principalmente falta de pneus. “A divisão de compras está buscando o menor preço para atendermos esta necessidade e conseguirmos iniciar o transporte de alunos, conforme Decreto Estadual que nos obriga iniciar o serviço no dia 1° de fevereiro. Para que isso aconteça, todos os veículos precisam passar previamente por vistoria no Demutran para comprovar que estão respeitando as regras de segurança para transporte. Portanto, o prazo para as providências se encurta”, disse.

 

Planejando o futuro

Em paralelo, a autarquia vem realizando estudos sobre todo gasto com manutenção dos últimos anos, com objetivo de criar uma solução mais econômica para atender o aumento de usuários que é previsto este ano com a vacinação e aumento de circulação de pessoas.

Também está em fase final de análise, uma parceria com a Secretaria Municipal de Educação para o processo seletivo de monitores para o transporte escolar. “Esta semana, nos reunimos com a secretária de Heleine e sua equipe para discutir este assunto, o resultado preliminar foi muito satisfatório. Será um ano muito difícil, mas manteremos o foco no atendimento a população que usa o transporte público. Nosso objetivo é coloca-lo novamente como o melhor da região”, finalizou o presidente do TCA.

 

Secom/Prefeitura de Araras